NOEL ROSA Poeta da Vila e do Povo

NOEL ROSA
Deu no ‘Globo’

Publicado hoje por Cleo Guimarães, na coluna Gente Boa de “O Globo”

Noel Rosa em DVD

Salvador aplaude fillme sobre Noel

Muitos não conseguiram entrar no cinema para assistir ao documentário sobre Noel Rosa

‘Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo‘ foi exibido ontem, dia 23, em Salvador dentro do programa Salademúsica – uma iniciativa do Governo da Bahia com apoio da Vivo.
A tarde, a exibição foi no Cine XIV, no Pelourinho, para 100 alunos da segunda série do Colegio Estadual Visconde de Itaparica, no bairro do Cabula. Após a sessão, houve um bate-papo com com o diretor Dacio Malta.
A noite, foi a vez do público mais velho, no cinema Vivo Itagara, no shopping Paseo. Apesar de colocarem cadeiras extras, e alguns sentaram-se nas escadarias do cinema de 115 lugares, alguns tiveram de voltar da porta.Lá também houve uma conversa posterior com o diretor.
Marcelo Hoog de Sá, idealizador do projeto, mostrou interesse em exibir o documentário em circuito comercial, em Salvador, possivelmente nos próximos meses de setembro/outubro.

Em Salvador, Dacio Malta falou a duas emissoras de radio, além de jornais e TV

Noel no Salademúsica de Salvador

TV cubana exibe filme de Noel
Como ocorre todos os anos, durante as férias escolares – nos meses de julho e agosto – o Canal Educativo de Cuba amplia sua programação para o verão.
Este ano, entre as atrações, convidaram o renomado crítico cubano Frank Padrón para dirigir nove especiais sobre Musica Popular Brasileira, a começar com Tom Jobim.
O terceiro programa, de 58 minutos, a ser exibido no sábado, dia 20, será dedicado a obra de Noel Rosa, tenho como base o documentário “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo”, exibido em Havana, em dezembro do ano passado, durante o 34ª Festival Internacional del CineLatinoamericano de Cuba.
Noel volta em julho a Salvador
Em Salvador acontece anualmente o projeto SaladeMúsica, cujo objetivo é realizar sessões especiais de produções nacionais que tenham como foco cantor/banda renomados, e que conte com a participação do diretor do filme para debate após a exibição.
Este ano foram selecionadas cinco filmes, entre eles “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo’, que será exibido no próximo dia 23 de julho.
Em Salvador serão duas exibições: a primeira no Cine IV – Pelourinho, às 14h30m, para 100 estudantes de escola pública.
A noite, às 20h30m, para convidados no Cine Vivo Itaigara, no Shopping Paseo. Nas duas sessões haverá debate sobre o filme e a obra de Noel Rosa, com o diretor Dacio Malta.
Noel, o único a receber uma crítica do ‘Granma’
Mais de 1500 filmes foram inscritos no 34º Festival del Nuevo Cine Latinoamericano de Cuba, que se realizou em Havana, no período de 4 a 14 de dezembro de 2012.
Desse,  40 filmes concorriam a algum premio, já que foram realizados no ano do festival. Os demais fizeram parte de diversas mostras, sem premio, como foi o caso de “Noel Rosa Rosa – Poeta da Vila e do Povo“, que foi exibido dentro da seção Documental.
O ‘Granma” – órgão oficial do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba – publicou uma cobertura diária sobre o festival, enfocando principalmente entrevistas com os principais diretores que foram a Havana, além das notícias rotineiras de instalação, premiação e festas paralelas.
O único dos 1.500 filmes a receber uma crítica do “Granma”, foi “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo”, assinada pelo crítico Pedro de La Hoz. Ela ocupa meia página do diário do dia 13 de dezembro, véspera do encerramento do festival.
O título é “Noel Rosa, o homem que revolucionou o samba – Trouxe Dacio Malta ao Festival de Havana a imagem e a voz de um cantor que ninguém deveria desconhecer”.
No texto ele diz que “estamos falando de um homem que rompeu os compartimentos estanques entre o samba de morro e o samba de asfalto, que usou a paródia, a sátira, a ironia e a autoreflexão, e que teve suficiente amplitude para olhar e trabalhar com outros compositores, sendo capaz de escrever tremendas canções de amor e de desamor, e as mais incisivas cronicas filosóficas e mundanas”.
Mais adiante, De La Hoz afirma que “Malta levou a cabo uma exaustiva reconstrução da obra de Rosa” e conclui:
- Não ha sambista que se respeite que deixe de interpretar, em algum momento, uma canção de Rosa,  inclusive cantores de outros estilos.
Composições Noel emocionam os cubanos
Ontem, dia 8 de dezembro, foi exibido o documentário “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo”, Cine Infanta, dentro do 34º Festival del Nuevo Cine Latinoamericano de Cuba, que se realiza em Havana.
A sala, com pouco mais de 100 lugares, estava lotada, e muitos se emocionaram ao conhecer a vida e a obra de Noel.
Durante a exibição, quatro flash foram disparados.
Descobriu-se depois que tratava-se de uma senhora que fotografou, na tela, a cantora Mariana Baltar, encantada com suas interpretações.
Na sinopse, está dito que “Noel Rosa, Poeta de la Villa y del Pueblo” es un filme dedicado a comemorar el centenario del nascimiento de Noel Rosa, um de los compositores más importantes de Brasil, quien, con una carrera de solo siete anos, dejó 227 canciones excepcional,algunas de ellas obras maestras y exitos hasta la fecha”.
Os documentários do Festival de Cuba

Além de ‘Noel Rosa = Poeta da Vila e do Povo’, outros 37 documentários de outros 15 países, estarão sendo exibidos na Sección Informativa Documental do 34º Festival del Nuevo Cine Latinoamericano de Cuba, de 4 a 14 de dezembro. Dez deles são brasileiros.
São eles:
Antillas Holandesas
For a life without obesity – Por una vida sin obesidad /Richard Visser

Argentina

El etnógrafo /Ulises Rosell
El rascacielos latino /Sebastián Schindel
Familias por igual /Rodolfo Eduardo Moro
Nicaragua… el sueño de una generación /Santiago Nacif Cabrera, Roberto Sebastián Persano
Putos peronistas, cumbia del sentimiento /Rodolfo Cesatti
Santa Lucía /Andrea Schellemberg

Brasil
A cidade – La ciudad /Liliana Sulzbach
Alexina, memórias de um exílio – Alexina, memórias de un exilio /Cláudio Bezerra
As hiper mulheres – Las hipermujeres /Takumã Kuikuro, Carlos Fausto, Leonardo Sette Beco /Bruno Jorge
Cego Aderaldo – O cantador e o mito – Cego Aderaldo – El cantor y el mito /Rosemberg Cariry
Futuro do pretérito: Tropicalismo Now! – Futuro del pretérito: Tropicalismo ahora! /Francisco Cesar Filho, Ninho Morais
João da Mata falado – João da Mata hablado /Ana Stela Almeida Cunha
Noel Rosa, poeta da vila e do povo – Noel Rosa, poeta de la villa y del pueblo /Dacio Malta
O dia que durou 21 anos – El día que duró 21 años /Camilo Tavares
Piove, il film di Pio – Piove, el filme de Pío /Thiago Mendonça
Uma visita para Elizabeth Teixeira – Una visita a Elizabeth Teixeira /Susanna Lira

Chile
Amplificando el descontento /Arlén Sebastián Pérez Torres
El cajón /Verónica Qüense Méndez
El salvavidas /Maite Alberdi Soto
La primavera de Chile /Cristián del Campo Cárcamo
Santo Tomás, entre la iglesia y los pacos /Juan Orlando Carreño Acuña

Colombia, Bolivia, Estados Unidos
Cerro rico, tierra rica /Juan Vallejo

Cuba
Mujeres… de sol y de luna /Lizette Vila Espina
Ser un ser humano – Cultura /Jean Jean Leon
Ser un ser humano – Sustento /Cláudia Alves

Estados Unidos
Por siempre Libertad /Rubén Lavernia

México
Canícula /José Álvarez Fernández
Flor en Otomí /Luisa Riley
No hay lugar lejano /Michelle Ibaven

México, Guatemala
Lecciones para una guerra /Juan Manuel Sepúlveda

Perú, España

Perú sabe – La cocina, arma social /Jesús María Santos

Puerto Rico
Caribbean Carnivals: Santiago de Cuba – Carnaval del Caribe: Santiago de Cuba /Kacho López Mari
Pugna de industria – Gestión cinematográfica en Puerto Rico /Joyce Aileen González Pérez, Luis López Salgado

Suecia, Finlandia
Colombianos /Tora Martens

Venezuela
CELAC, un sonido para el mundo /Jordi Abusada
Dulcita /Nelson Romero Barreat
Los sueños de José Castillo /Andrés Rodríguez, Luis Alejandro Rodríguez
Yo, indocumentada /Andrea Baranenko

Noel no Festival de Havana

A primeira apresentação de “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo” tem já sua primeira apresentação marcada para o 34º Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano que acontecerá em Havana de 4 a 14 de dezembro.
O documentário será exibido no sábado, dia 8, às 15 horas, na sala 3 do Multicine Infanta, em Havana Vieja.