NOEL ROSA Poeta da Vila e do Povo

NOEL ROSA
Rio assistirá Noel Rosa no REcine

 

      O público do Rio de Janeiro terá oportunidade de assistir ao documentário “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo”, em novembro, durante o 10º REcine – Festival Internacional de Filmes de Arquivo, promovido pelo Arquivo Nacional.
O evento tem por objetivo oferecer ao público imagens raras, além de debater as dificuldades de guarda e preservação de filmes e estimular sua reutilização na produção de novas obras.
Uma das exigência do REcine é que se utilize em seu conteúdo, no mínimo, 40% de imagens (fotos, filmes, sons, cartas, mapas etc.) e sons de acervos públicos e/ou privados em suas produções. 
O REcine nasceu em 2002, como uma mostra intitulada Tesouros do Cinema Brasileiro, quando foram exibidos os filmes mais antigos da história do cinema nacional. A partir de então, transformou-se em um festival que se dedica a temas diversos, sempre reavivando a memória da cultura nacional e internacional.
Para festejar seus 10 anos de existência, serão promovidos – segundo os organizadores – “eventos que resgatam os principais momentos da história do festival, que trouxe ao Rio de Janeiro títulos inéditos e raros. Nessa oportunidade, será possível recordar as personalidades que ministraram palestras inesquecíveis; as homenagens a figuras importantes nas mais diferentes áreas da cultura brasileira; os curtas-metragens produzidos pelas Oficinas de Vídeo oferecidas aos jovens realizadores, sob a orientação de grandes cineastas e professores; e as Revistas REcine, consagradas fontes de pesquisa sobre cinema, sempre buscando diferentes abordagens dos temas do festival”.
Ainda segundo os organizadores,  a “edição do REcine de 2011 vai embarcar também em um navio a vapor de volta à Itália, para exaltar os milhares de imigrantes italianos que, no final do século XIX, vieram ao Brasil para aqui construir sua vidas. Será uma oportunidade imperdível para relembrar as origens do cinema brasileiro. Os italianos foram os pioneiros na construção da cinematografia nacional. Atuaram como empresários, técnicos e artistas: Victor Di Maio, Segreto, Capellaro, Benedetti, Giacomo Staffa, Rossi e tantos outros”.
O festival se realizará de 7 a 11 de novembro, na sede do Arquivo Nacional, na Praça da República, e nos próximos dias a organização do REcine divulgará a programação completa. As exibições serão gratuitas.

Maracanaú – Noel ganha mais um festival

   

          “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo” ganhou no último dia 9 de outubro, no Festival de Maracanaú, no Ceará, o premio de ‘Melhor Som’ entre os filmes exibidos.
Este é o quinto festival a que o documentário concorre, e o quinto prêmio conquistado.
O 2º FestCine Maracanaú objetiva projetar o municipio localizada na Região Metropolitana de Fortaleza como polo difusor e produtor de cinema e vídeo em mídias digitais.
O som direto de “Noel Rosa – Poeta da Vila de do Povo” é de Jonas Louzada, e a mixagem e edição de som ficou a cargo de Bernardo Adeotado – os vencedores do Festival de Maracanaú.

Outubro: Noel no Festival de Maracanaú

       O documentário “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo” foi selecionado para mais um festival.
Desta vez, ele concorrerá no 2º FestCine Maracanaú, no Ceará, que se realizará de 4 a 9 de outubro.
Ao todo, foram 514 filmes inscritos, e agora estarão na disputa, do Troféu Maracanaú , 5 longas-metragens e 15 curtas-metragens. Além disso serão exibidos 8 vídeos na categoria Novas Mídias e 4 curtas na Mostra Rodolfo Teófilo.
Além de “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo” , concorrem ao título de Melhor Longa-Metragem  um documentário – “Avenida Brasília Formosa”, de Gabriel Mascaro, do Recife;  e três ficções: “Mãe e Filha”, de Petrus Cariry, do Ceará; “A Última Estrada da Praia”, de Fabiano de Souza, do Rio Grande do Sul; e “Teus olhos meus”, de Caio Sóh, do Rio de Janeiro.
Na categoria Longa Metragem, o documentário concorrerá a cinco dos seis prêmios em disputa:
1 – Melhor Produção Audiovisual
2 – Melhor Diretor
3 – Melhor Roteiro
4 – Melhor Fotografia
5 – Melhor Som
O 2º FestCine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias é realizado pela Abraham Filmes Digitais,  sob a direção geral do cineasta e produtor Afonso Celso. Co-produção: Mungango Produções. Patrocínio: Coelce. Parceria do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura (Secult) e Governo Federal – Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, Prefeitura Municipal de Maracanaú e Fundação Cultural de Maracanaú.

Gente Boa

14/09/2011

De Joaquim Ferreira dos Santos, no seu Gente Boa, de ‘O Globo’:

“Dacio Malta ganhou prêmios de Melhor Longa e Melhor Diretor pelo documentário sobre Noel Rosa”.

Os dois troféus do V Curta Cabo Frio

       ‘Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo’ ganhou tudo no V Curta Cabo Frio.
Concorrendo com outros seis documentários, ele ganhou o troféu de Melhor Filme de Longa Metragem Digital e mais o de Melhor Direção.
O Curta Cabo Frio é o maior evento audiovisual da Costa do Sol, em sua quinta edição e, este ano,  os vencedores participarão de uma mostra itinerante em bairros e escolas do município de Cabo Frio, além de exibições nas demais cidades da Região dos Lagos.
No dia 2 de setembro, às 19 horas, houve a inauguração da Sala de Cinema Nelson Pereira dos Santos, na Casa Scliar.
Na noite de sábado, dia 10, foi realizada a entrega dos troféus aos vencedores do festival, em cerimômia realizada no Teatro Municipal da cidade.

Noel ganha tudo em Cabo Frio

Noel no Japão: enfim a tradução

Noel Rosa, o Poeta da Vila e do Povo

125 min. / 2010 / Documentário
Direção: Dacio Malta
Roteiro: Dacio Malta
Elenco: Martinho da Vila, Zé Renato, Mariana Baltar, Chico Buarque, Zeca Pagodinho, Caetano Veloso, João Bosco, Paulinho da Viola
 

Sinopse

Documentário musical feito em homenagem aos 100 anos de Noel Rosa, um dos mais importantes compositores do Brasil que, embora tenha vivido somente até os 26 anos, deixou ao público um grande número de obras extraordinárias. Noel Rosa compôs 227 músicas, das quais a maioria tornaram-se sucesso.
O documentário apresenta em cinco momentos cerca de 50 sambas de Noel interpretados por Aracy de Almeida, Marília Batista, Silvio Caldas, Braguinha, Chico Buarque, Zeca Pagodinho, Caetano Veloso e outros; e entrevistas com artistas, pesquisadores e estudiosos da sua obra.

 Programação

15/OUT(SÁB) 17:35  |  16/OUT(DOM) 13:10  |  17/OUT(SEG) 19:50  |  19/OUT(QUA) 11:00

22/OUT(SÁB) 18:45  |  23/OUT(DOM) 14:30  |  24/OUT(SEG) 21:10  |  26/OUT(QUA) 12:40

30/OUT(DOM) 19:00  |  1/NOV(TER) 16:25

13/NOV(DOM) 19:35  |  15/NOV(TER) 14:30  |  18/NOV(SEX) 16:30

O link para o site do festival é http://2011.cinemabrasil.info/

Semana da Independência terá duas exibições

         Na semana da Independência, ‘Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo’ será apresentado em dois festivais no Estado do Rio.
No dia 8, às 21 horas, ele estará concorrendo no V Curta Cabo Frio, o maior evento audiovisual da Costa do Sol, na Sala de Cinema Nelson Pereira dos Santos, construída para o evento a ser realizado na Casa Scliar.
No dia seguinte, dia 9, às 16 horas, será a vez do Cine Música, na cidade de Conservatória, este ano em sua quinta edição. Noel será exibido no Cine-Tela Brasil.

Noel será apresentado a exibidores internacionais

    

     O documentário ‘Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo’ foi convidado a participar do Rio Screenings, atividade paralela do Festival do Rio.
O RioScreenings do Festival do Rio promove o intercâmbio entre produtores, exibidores, programadores, sales agents e distribuidores vindos de todas as  partes do mundo.
Essa é uma oportunidade única de apresentar o trabalho para os mais importantes profissionais da indústria audiovisual internacional. As produções são disponibilizadas aos profissionais do mercado audiovisual no Pavilhão do Festival do Rio, dentro do RioMarket.
A participação no RioMarket não está vinculada a seleção para a Première Brasil, e eles não tem acesso prévio ao resultado da seleção da Première Brasil.
O Rio Screening 2011 vai de 7 a 18 de outubro.

Conservatória: Noel dia 9, às 16horas

    

          “Noel Rosa – Poeta da Vila e do Povo” será exibido na sexta-feira, 9 de setembro, às 16 horas, no Cine-Tela Brasil, no 5º Festival CineMúsica de Conservatória.
O CineMúsica, que acontece na Cidade da Seresta, é o único festival do Brasil dedicado ao som. Esse ano serão mais de 50 filmes. Além do evento reunindo diretores, produtores, técnicos e artistas do mundo do cinema e da cultura, Conservatória assistirá ainda a apresentações musicais, artes cênicas e um festival de gastronomia, através do Sabor CineMúsica, que movimentará a cidade de 7 a 11 de setembro.